Google+ Google entra de cabeça no social

O Google anunciou recentemente que já está em testes do novo serviço Google+, onde todos nós vamos poder compartilhar com maior facilidade os serviços já disponibilizados pela Empresa. Notavelmente o Google busca mais uma vez – desta vez, acredito eu que da forma certa – superar a grande rival Facebook do conhecido ex-estudante da Harward, Mark Zuckerberg.

Depois do fracasso do Google Wave [Eu tinha] (cuja minha opinião é extremamente favorável ao serviço), muito se esperou do Buzz, que não passou de uma versão simplista do Twitter e agora do do botãozinho “+1” que promete ser muito mais do que o mero “Curtir” do seu “arqui-inimigo” do momento.

Um pouco mais velho que essa notícia e bem mais novo que o Google Buzz, foi o botão “+1”, que quase imediatamente passou a ser parte do corpo de milhares de sites e blogs do mundo inteiro. Aí começava o estágio da Empresa nas (pois não esqueci a existência do Orkut, apenas estou ignorando-o) novas redes sociais.

A nova rede social, promete maior agilidade no compartilhamento das informações, cujo cunho principal é a divisão dos seus amigos em grupos, denominados Círculos pela Empresa, nos quais conseguiremos compartilhar informações pertinentes à cada Grupo.

Hoje o mundo lê menos do que vê e fala! Pelo menos foi nesse aspecto que a Empresa apostou na hora em que pensava no desenvolvimento do aplicativo Hangout, no qual é possível fazer uma teleconferência com seus amigos/círculos.

O serviço Sparks, que na língua Inglesa significa “faíscas”, parece muito com o nosso “pinga-fogo”, muito conhecido pelos jornalistas. Esse serviço sugere links relacionados aos seus compartilhamentos, amigos e consecutivamente: interesses. Assemelha-se muito às sugestões de produtos em um e-commerce (bem desenvolvido hehe), o famoso BI (Business Inteligence).

Imagina se o Android não iria dar as caras por lá?! Claro, a Google criou aplicativos como Instant Upload e Hunddle, cujas funções são: enviar imagens diretamente do aparelho de celular e enviar mensages (SMS) aos seus círculos de amigos do Google+, respectivamente.

Esse projeto está sendo liderado á mais de um ano pelo vice-presidente da área social Vic Gundotra do Google.

Para finalizar, inscreva-se no site do Google+ que você será avisado quando o produto estiver disponível, aí começa a brincadeira!

A pergunta que não quer calar é: será que vai vingar?
A minha opinião é: SIM, como todos os outros fantásticos produtos (nessa lista, na minha opinião, também entra o Google Wave) da Empresa.

3 comentários em “Google+ Google entra de cabeça no social”

  1. É, espero que seja mesmo melhor que o face.
    Tenho LinkedIn, Via6, BeautifulPeople, Orkut E Facebook.
    Mas essa história de redes sociais SOMENTE com função de auto-promoção já estão saturando. Já estava em tempo do Google criar algo mais elaborado e que possa ter essa função também empresarial, onde existam conferências e compartilhamentos de arquivos no mesmo site em que possa ter contato com seus amigos. Porque, cá entre nós, é massante e chato administrar mais de uma rede sociail, por possuirem focos distindos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.